"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original."
(Albert Einstein)

30 de dez de 2008

Hoje eu me deparei com aquelas frases : "tudo vale a pena" e "nada é por acaso". Cada passo que damos é uma certeza para algo bom ou algo catastrófico. Todas as nossas escolhas implicam em resultados satisfatórios ou não em nossas vidas. Tudo vale a pena, tudo valeu a pena. O cansaço, o estress, o estudo, dias sem dormir direito, o sooono, tudo fica em segundo plano quando o resultado chega. E é bom. É sempre bom. Tudo acontece quando deveria acontecer. Antes não. Felicidade, alegria, ver nossos pais sorrindo orgulhosos....é tudo muito bom. Eu acredito que um dia todos deveriam passar por isso...mas somente no momento certo. Antes não. A vida é uma roda da fortura, um dia se perde, no outro se ganha. Cada obstáculo é um passo em direção ao futuro. Dependendo das suas escolhas poderá ser um futuro bom ou ruim. Tudo depende das suas escolhas. Somente você é responsável pelos seus atos. Sorria sempre...este é o remédio, este é o segredo. A vida está aí na sua frente...basta vivê-la! No final tudo vale a pena, tudo valeu a pena. Cada coisa acontece no momento certo. Antes não.

23 de dez de 2008

-Poema-

A noite, já vencida, se alquebrava inteira.
Ao canto, muito perto, inebriante e pura
Uma mulher calava, envolte em seda escura.
Guardando um frenesi de brumas e poeira:

Crispadas mãos e aos olhos o silêncio langue.
Naquele instante breve, eu a bebi aos prantos...
E a cada gole de seus trágicos encantos,
Um véu se desnuda ao meu presente exangue.

Êxtase...e a morte após! Tão logo ela partiu.
Levando em cada aprte um verso de Beleza...
Hei de molhar os pés nas águas desse rio?

Ela se foi...deixou-me a par da Naturaza...
Olhei-te, à exaustão, quiçá, não me notaste?
"Tu que eu teria amado, ó tu queo adivinhaste!"


-Paráfase do poema "A uma passante", de Baudelaire