"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original."
(Albert Einstein)

30 de mar de 2010

"Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim. Nem que eu faça a falta que elas me fazem. O importante pra mim é saber que eu em algum momento fui insubstituível. E que esse momento será inesquecível" Mário Quintana



eu acho que esta frase já diz tudo.
aos que eu gosto, continuarei gostando não importa onde estejam ou se ainda lembram de mim.
aos que me fazem falta, vocês não sabem como a saudades bate às vezes e em como eu penso em vocês com carinho e relembrando os bons momentos, mesmo que não lembrem mais de mim.
porém, aos que eu fui insubstituível um dia.....noooossa! não há palavras que descrevam esse sentimento. será eterno e inesquecível. obrigada.
não, eu não me impressiono mais com só com palavras bonitas, perfume bom e elogios. eu quero algo a maais. quero aquilo que está escondido, bem guardado, que normalmente não mostramos por medo da reação do próximo. eu quero esse algo a mais. já não aguento mais as futilidades, os clichês e as formas e fórmulas prontas. cansei.
não que eu seja metida e queira aquilo que não tenho ou não posso. é que eu cansei. cansei também de fingir, de tentar ser simpática por questão de popularidade, na verdade nem eu sei mais o que eu quero. só sei que cansei e assim não dá mais.

29 de mar de 2010

quem diria que um dia nossa vida viraria de cabeça para baixo? e que aquilo que a gente sonhava não era mais que um sonho? que então daríamos prioridade àquilo que antes não era significativo? quem diria hein?
é, estamos aqui de novo, não sei se é regredir ou pensar melhor nas escolhas que foram feitas e nas escolhas que virão. mas estamos no mesmo ponto de novo. repensando tudo o que se passou, retomando escolhas antigas, sonhando enfim mais sonhos, imaginando uma outra vida, uma outra vivência.
o que me esperará? não sei. nunca soube. por isso arrisquei e estou arriscando de novo. e sempre que for preciso mudo, sonho de novo, arrisco de novo, escolho de novo, afinal a vida é inconstante e eu não sei o que ela me reserva.