"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original."
(Albert Einstein)

26 de jan de 2011

é muito fácil fugir dos problemas, é muito fácil dizer "não quero mais", é muito fácil se fazer de vítima e manipular todos a seu redor..é muito fácil jogar a culpa nos outros e se manter impune a tudo. é muito fácil fingir, mentir, ludibriar, enganar. porém, isso tudo acaba num círculo vicioso, sem volta, sem perdão, sem nada. é o caminho certo para a sua e somente a sua destruição. você acabará sem nada e sem ninguém. eu sei. é difícil assumir nossos, seus erros. é difícil lutar contra o comodismo, é difícil correr atrás, não? é difícil ter que sair a luta quando as coisas caem do céu, quando vc faz de tudo para ter tudo da maneira mais fácil nas mãos. mas, é somente enfrentando tudo aquilo que você possui de pior que um dia você terá alguma recompensa. não pense que sua vida será assim fácil sempre, se você escolher o caminho fácil, arque com as consequência. se você escolher enfrentar, lutar e tentar ser melhor, fique ciente que um dia você desfrutará do melhor.

7 de jan de 2011

agora eu vejo com mais clareza. a situação nunca vai mudar. sempre foi assim e sempre será. as mesmas mentiras, os mesmo disfarces, as mesmas chantagens. há mudanças. a todo tempo. pena que elas são para piores. a cada dia a convivência fica mais isuportável. eu queria poder gritar, berrar, chingar, mas isso não adiantará em nada e eu continuarei infeliz. falando nisso, felicidade é um coisa rara em minha vida. foram poucas as vezes em que eu realmente fiquei feliz principalmente de uns tempos para cá. minha cabeça me engana. prega peças em mim. a dor aumenta. o peito dói, se contrai. não tenho mais animo para aturar tudo isso. eu estou tão cheia de todas essas coisas que estou explodindo já. saindo do controle. transbordando. e é óbvio, é sempre eu que estou errada, é sempre eu que tenho que me desculpar, é sempre eu tenho que me rebaixar. mas sabe de uma coisa? desta vez eu não quero mais conversa. estou sendo sincera quando digo que estou de saco cheio. sim, estou nervosa, extressa, trsite, e com um imenso nó na garganta. alguns dizem que é depressão, eu digo que é raiva e cansaço. minha paciência esgotou-se. evaporou-se. simui-se. sabe aquela expressão:"eu não aguento mais". é...é isso. estou saturada. aaah, como eu quero paz.