"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original."
(Albert Einstein)

16 de out de 2011

o que é vida? o que é a morte? o que é o sofrimento?
a dor incessável.
batalhas contra mim.
eu versus eu
meu pensamento versus minhas atitudes
o que devo fazer nessas situações?
o que fazer quando não resta mais nada além de gritar?
e essa dor rasga meu peito e me faz transbordar em lágrimas.
olhos nos olhos
o desespero
a ansiedade
o que eu quero?
o que você quer?
impossível dizer.
impossível expressar com palavras.
impossível querer dizer o que se passa no coração da gente.
eu só sinto
sinto e não consigo demostrar as emoções.
olhe nos meus olhos
o que você vê?
o que você quer eu faça?
impossível dizer.
eu só sinto.

14 de out de 2011

aos meus amigos....

um sentimento inexplicável, um sentimento forte, profundo. um fio invisível nos une desde tempo imemoriáveis. quantas vidas, quantos sorrisos, quantos momentos. hoje estamos frente a frente, para viver, conviver, aprender novamente, crescer. quero dizer que és especial, que mora do lado esquerdo do peito, que me faz sorrir, me faz ser. ser um alguém melhor. meus amigos. de loonga data. de muitas experiências. de abraços trocados, de palavras trocadas, de sentimentos compartilhados. um todo que me faz ser melhor. que me acalma, me anima, e que juntos, eu tenho certeza, seremos grandes. grandes frutos do amor sublime. é o fio invisível que nos une, é o mesmo sentimento que nos guia, estamos todos juntos nesta jornada, nos guiando para dias melhores.

8 de out de 2011


impressões de um dia conturbado. mudamos de rumo, mudamos as horas, mudamos a roupa, mudamos a nossa casca, porém continuamos os mesmos. os nossos pensamentos continuam os mesmos. as nossas fragilidades continuam as mesmas. e a nossa memória não nos deixam enganar.
fragmentos desestruturados de uma mente insana.
memórias corrompidas
imagens desestruturadas
caminhos obscuros
um dia de festa sem cor
o vestido de cetim rasgado
uma nota desafinada.
o que me restará no fim?
um coração,
um sentimento,
um dia de sol?!
quem sabe....